Devocional Diário

“O filho mais velho encheu-se de ira, e não quis entrar. Então seu pai saiu e insistiu com ele. Mas ele respondeu ao seu pai: ‘Olha! Todos esses anos tenho trabalhado como um escravo ao teu serviço e nunca desobedeci às tuas ordens. Mas tu nunca me deste nem um cabrito para eu festejar com os meus amigos. Mas quando volta para casa esse teu filho, que esbanjou os teus bens com as prostitutas, matas o novilho gordo para ele!”

Lucas 15: 28-30

VOCÊ É O FILHO MAIS VELHO?

Uma das parábolas mais famosas de Jesus é a história do filho pródigo. É uma história poderosa do amor incondicional e da misericórdia de um pai para com seu filho rebelde, o qual volta para casa derrotado e envergonhado após desperdiçar sua herança. É uma bela imagem do coração de Deus por todos e cada um de nós que, vez ou outra, decidimos tomar o controle de nossas próprias vidas e nos afastamos de Deus.

O protagonista é claramente o filho mais novo, no entanto, Jesus menciona especificamente um segundo filho – o filho MAIS VELHO. Ao observar as boas-vindas calorosas com que o filho “arruinado” é recebido, o filho mais velho fica com raiva: ‘E eu? Eu nunca deixei o seu lado ou desonrei você’– ele reclama para o pai (minha paráfrase). Isso simplesmente não é justo! E ele está certo – isso não é justo.

O pai na história representa Deus que oferece perdão e graça de graça – caso cheguemos a esse ponto de finalmente voltarmos para Ele. Agora, para os filhos mais novos entre nós, esse amor incondicional muitas vezes se traduz em poderosos testemunhos de mudança de vida. Mas e os filhos mais velhos? Aqueles entre nós que têm sido cristãos fiéis há anos? É tentador olhar para aqueles filhos rebeldes e mais jovens com julgamento e desdém. É incrível a rapidez com que os pecados de auto-justiça e orgulho podem criar raízes em nossos corações

Nos dias de Jesus, os fariseus frequentemente adotavam a mentalidade do filho mais velho. Eles só viam os pecados dos outros, e trabalhavam duro para conquistaro favor de Deus. E, ainda assim, a igreja moderna está infestada de filhos mais velhos. Normalmente é muito mais fácil apontar as falhas dos outros enquanto permanecemos cegos para as nossas próprias. E, no entanto, o Pai ama OS DOIS filhos. Ele persegue AMBOS os filhos. Seu convite para voltar para casa está disponível para AMBOS os filhos. O filho mais novo aceitou. E então, filho mais velho, você vai finalmente voltar para casa também?

Imprimir