Evangelho do dia

 “Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo.” Romanos 10:9

UM CRISTÃO NÃO É…

Por todo o Novo Testamento vemos evidências de que até os demônios sabiam sobre Jesus (Lucas 4:41). Enquanto outros poderiam duvidar, o mundo espiritual identificou Jesus como o Filho de Deus, o Cristo – o Messias. Com base nos relatos escritos das curas milagrosas de Jesus, fica claro que, quando se tratava do poder de Jesus, até os demônios fugiam. Muito bem, mas obviamente encontros demoníacos não são tão comuns para o cristão normal do mundo ocidental. Então, o que podemos tirar desta história?

Só porque você sabe quem Jesus é, isso não faz de você um cristão. Muitas pessoas que vão à igreja acreditam que Jesus é o Filho de Deus, assim como os demônios. Elas acreditam que Jesus morreu na cruz, e muitos também acreditam que Ele ressuscitou dos mortos. A crença intelectual, por si só, não faz da pessoa um cristão – ela é simplesmente o primeiro passo. O próximo passo é confiança.

A fé verdadeira é confiar nossas vidas nas mãos de Jesus, é ceder o controle de nossas vidas, nosso coração e nossos planos a Cristo. É tanto uma fé intelectual, crendo em QUEM Jesus é e no QUE Ele fez, e uma fé no nível do coração que acredita e confia em Cristo para receber salvação. Onde você se encaixa no espectro da fé? Você é um “cristão cultural” que está simplesmente preso em um nível de fé intelectual (assim como os demônios)? Ou você moveu-se em direção à confiança, para um nível de fé do coração? Saber simplesmente QUEM Jesus é não faz de ninguém um cristão. É necessário uma fé no nível do coração e um relacionamento com Jesus Cristo.

Imprimir