Devocional Diário

“Todos os publicanos e “pecadores” estavam se reunindo para ouvi-lo. Mas os fariseus e os mestres da lei o criticavam: “Este homem recebe pecadores e come com eles.’” Lucas 15: 1-2

FARISEUS DOS DIAS DE HOJE

Jesus andava com a turma errada – pelo menos de acordo com os líderes religiosos dos seus dias. De coletores de impostos a prostitutas, de mendigos a coxos, Jesus gravitava em direção aos que estavam à margem da sociedade. E estes indivíduos eram atraídos para Jesus.

Isso preocupava os líderes religiosos (fariseus), que viam a si mesmos como os crentes bíblicos, os conservadores que mantinham e preservavam as tradições e os valores do povo judeu. Agora, não há nada de errado em defender valores tradicionais e princípios bíblicos, mas os fariseus levaram isso longe demais. Eles pregavam um monte de regras e tradições feitas por homens, que tinham como objetivo manter as pessoas na linha. Um exemplo destas regras legalistas era o argumento de que até mesmo gastar tempo com a “turma errada” poderia contaminar uma pessoa. Culpa por associação assumiu um significado muito real, criando uma mentalidade de NÓS versus ELES. Infelizmente, esta cultura anti-bíblica e divisiva ainda existe em muitos círculos religiosos hoje em dia.

Jesus, no entanto, nunca ensinou uma fé de NÓS versus ELES. Jesus nunca ensinou uma religião do tipo “somente membros” (muito pelo contrário). Jesus descreveu seu propósito em João capítulo 12 como sendo uma luz nas trevas (verso 46) com um coração para salvar, e não para julgar (verso 47b). Seu coração é para todos: tanto para o judeu piedoso e devoto, quanto para o “estranho” quebrantado e rejeitado. E o que dizer do coração de Jesus pela “turma errada”? Romanos 5:8 o resume: “Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favorquando ainda éramos pecadores.” Jesus nos ama ainda quando estamos lutando. Ele nos ama, mesmo antes de termos nossas vidas consertadas. Ele ama aqueles que estão na periferia da sociedade, bem como os fariseus dos dias de hoje, confusos em uma teologia legalista.

E então, como você tem amado aqueles que estão à margem da sociedade? Você também faz parte da mentalidade farisaica dos dias de hoje? Caso faça, peça a Deus por uma mudança de coração. Peça para que seja cada vez mais parecido com Jesus.

Imprimir