Evangelho do dia

Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus.  Mateus 5:48

SEJA PERFEITO ASSIM COMO DEUS É PERFEITO

O Sermão da Montanha de Jesus é, provavelmente, um dos seus ensinamentos mais famosos. É cheio de ensinamentos radicais, como amar e orar por seus inimigos. Mas para resumir tudo, Jesus conclui com uma fala: “Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus”. Não é um mandamento simples, se quer saber.

Se você está olhando essa declaração de uma perspectiva moral, essa chamada para a perfeição é mais do que só um pouco depressiva. Perfeição é, simplesmente, impossível. Muitos cristãos cometem esse erro em seus desejos de ser um seguidor de Jesus dedicado. E ao tentar ser uma pessoa perfeitamente boa e moral, eles são rapidamente derrotados. Não importa o quanto tentemos, a nossa natureza pecaminosa continua crescendo em nossas vidas e acaba com essa busca por perfeição.

Mas não esqueça do contexto do que Jesus estava falando. Todos os ensinamentos de Jesus foram sobre amor. E o amor que ele está falando não é um sentimento, mas uma ação. É uma decisão que tomamos de amar os outros, o que nos lembra do chamado de Jesus para amar a Deus com todo o nosso coração, de toda a nossa alma e de todo o nosso entendimento e para amar ao teu próximo como a si mesmo (Marcos 12:30-31).

Em outras palavras, Jesus foca não em ser perfeito, mas em amar. E, embora longe de Jesus, ninguém seja capaz de viver uma vida perfeitamente moral, o nosso foco é ser completa e perfeitamente devoto à uma relação com Deus, que o amor de Deus transborde em nossas interações com outros. Sim, mesmo os nossos inimigos e aqueles que nos perseguem.

Dessa forma, não seremos desencorajados quando não formos perfeitos, porque o nosso objetivo é amar a Deus assim como ele nos ama, e não viver vidas perfeitas. E à medida que andamos com Deus, começaremos a ver Deus transformar as nossas vidas, nos ajudando a amar até o inamável.

 

 

 

 

Imprimir