Devocional Diário

Amados, insisto em que, como estrangeiros e peregrinos no mundo, vocês se abstenham dos desejos carnais que guerreiam contra a alma. Vivam entre os pagãos de maneira exemplar para que, naquilo em que eles os acusam de praticarem o mal, observem as boas obras que vocês praticam e glorifiquem a Deus no dia da sua intervenção.  1 Pedro 2:11,12

QUANDO MUNDO COLIDEM

Por mais de 200 anos, os valores bíblicos eram aceitos como o padrão moral para a maioria dos americanos. Claro que isso não significa que as pessoas sempre viviam de acordo com eles. Eles não viviam e ainda não vivem, porque ninguém é perfeito. Mas era o padrão aceito. Hoje as coisas são muito diferentes. E embora isto cause medo entre muitos cristãos que viram uma sociedade mudar radicalmente, Deus não está surpreso. Na verdade, a Palavra de Deus fala diretamente com o centro da batalha da moralidade no nosso país e ao redor do mundo.

Não esqueçam, Deus no diz: vocês são peregrinos. Vocês são estranhos. Vocês são estrangeiros nas nações que vivem (minha paráfrase). Para os seguidores de Jesus, a nossa principal cidadania é o reino de Deus. Este mundo é uma parada rápida no caminho para o céu.

E por causa disso, nem sempre concordaremos com tudo o que a cultura tem a oferecer. Nem sempre estaremos em sincronia com a maioria das cosmovisões populares. E tudo bem, porque a nossa cidadania eterna não é neste mundo.

Então como lidamos com a tensão criada quando a cultura popular contradiz os nossos valores bíblicos? Nós focamos em viver uma vida que agrade a Deus ao invés da cultura. Isso não significa que nós julgamos, condenamos e odiamos, mas vivemos vidas de pureza, bondade e amor de acordo com os ensinamentos da Palavra de Deus. Ao fazer isso, as nossas vidas irão refletir Jesus. E quem sabe? Alguns talvez vejam a bondade genuína e queiram ter o que temos. Então veremos como o nosso “passar por este mundo” tem um propósito e significado.

 

 

Imprimir