Devocional Diário

‘Jesus lhes falou novamente por parábolas, dizendo: “O Reino dos céus é como um rei que preparou um banquete de casamento para seu filho.  Enviou seus servos aos que tinham sido convidados para o banquete, dizendo-lhes que viessem; mas eles não quiseram vir.”’  Mateus 22: 1-3

 

OUTRO CASAMENTO REAL – Parte 1

Estima-se que 1,9 bilhão de pessoas em todo o mundo sintonizaram para assistir ao casamento real em 2018 do Príncipe Harry e Meghan Markle. Para os 2.640 que estiveram presentes, você pode apostar que a maioria fez praticamente qualquer coisa para estar lá. Em Mateus, capítulo 22, Jesus conta a história de outra celebração do casamento real. O filho do rei ia se casar e a recepção seria um grande evento – mas os convidados não responderam da maneira que você pensa.

Celebrações de casamento eram um pouco diferentes no primeiro século. Para começar, era o pai do noivo que assumia a responsabilidade de planejar e pagar por uma recepção. Em segundo lugar, celebrar um casamento durava mais do que algumas horas – estamos falando de uma semana inteira! Finalmente, em vez de mandar um convite para “reservar a data” alguns meses antes, o rei mandava servos para que as pessoas soubessem que a celebração estava acontecendo, naquele instante! E, surpreendentemente, os convidados deixavam tudo para ir ao evento.

Só na parábola de Jesus é que os convidados não apareceram. Os servos do rei foram ignorados; alguns até foram atacados. Esta definitivamente não seria a sua resposta habitual para um convite de casamento real. Então, o rei disse aos criados que convidassem qualquer um e todos que encontrassem – os típicos “convidados indignos” ou as pessoas comuns que você não esperaria encontrar na mesa de um banquete do rei. Uma vez que as parábolas de Jesus sempre têm um significado mais profundo, onde ele quer chegar com esta história?

O rei representa Deus o Pai e Seu filho é Jesus. Os servos, enviados como mensageiros, são os profetas do Velho Testamento, os discípulos, a igreja primitiva… todos enviados antes e depois de Jesus para compartilhar sua história com os outros. Os convidados são os judeus, porque Cristo, como judeu e nascido em Israel, veio primeiro para os judeus. Mas a maioria dos convidados (assim como muitos judeus ao longo da história) se recusou a participar da celebração. Seus corações estavam endurecidos.

A mensagem de Jesus nesta história é o coração de Deus para os perdidos. É um lembrete para a igreja  de que devemos sair para as estradas e caminhos do mundo, convidando todo tipo de pessoa para a celebração que é o Reino de Deus. Isso significa que as pessoas “boas” e “ruins”, a alta sociedade e os excluídos são convidados. Mas, como acontece com qualquer convite, cada um de nós tem uma escolha. Você vai participar da celebração?

Imprimir