Evangelho do dia

“Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal, pois jamais a profecia teve origem na vontade humana, mas homens falaram da parte de Deus, impelidos pelo Espírito Santo.” 2 Pedro 1:20-21

OBJEÇÕES AO CRISTIANISMO: O QUE É “A PALAVRA?”

A Palavra de Deus é Jesus. João capítulo 1 descreve a encarnação – Deus se tornando homem na forma de Jesus Cristo (João 1:1-5). Mas a Palavra de Deus também é a Escritura, a Palavra escrita. Isso nos leva a uma das objeções ao cristianismo: a validade da Bíblia. Alguns irão argumentar que a Bíblia é simplesmente um livro antigo e irrelevante, escrito por homens há muito tempo atrás.

Na verdade, a Bíblia foi escrita há mais de 1600 anos, por aproximadamente 40 autores diferentes. O argumento é que estes homens eram simplesmente como você e eu, portanto cometeram erros. E isso está absolutamente certo – estes homens eram comuns, humanos. No entanto, o milagre das Escrituras é o fato dela ter vindo à existência através deste grupo falho, de homens pecadores, que contavam uma única história coerente. A Bíblia conta a história de um Deus amoroso que deseja a redenção da humanidade. 2 Pedro 1 descreve o poder do Espírito Santo trabalhando através destes autores para revelar a verdade perfeita SOBRE Deus e DE Deus. Em outras palavras, a Bíblia foi divinamente inspirada POR Deus, para que revelasse a Sí mesmo ao mundo.

Permita-me colocar de outra maneira: se Jesus é a Palavra de Deus, então a única forma que podemos conhecer a Jesus é através da Palavra de Deus escrita. Se esta Palavra escrita não é confiável, então não temos um quadro verdadeiro de Jesus. Mas porque ela é perfeitamente verdadeira, sem erro – faz de Jesus a palavra de autoridade sobre o viver e a crença correta.

Cremos em Jesus porque cremos na Bíblia, mas isso exige um passo de fé. Você está disposto a crer no que a Palavra de Deus diz sobre Jesus?

Imprimir