Evangelho do dia

"Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: "Confessarei as minhas transgressões ao Senhor", e tu perdoaste a culpa do meu pecado". - Salmo 32:5

O Jogo da Culpa

Observe a resposta de Adão, quando Deus perguntou sobre pecado dele: “A mulher que me deste por esposa, ela me deu da árvore, e eu comi.” (Gênesis 3:12). Então, o homem culpou a mulher, e ele também culpou a Deus – afinal, Ele foi quem trouxe Eva para a vida dele! A Defesa de Eva? “A serpente me enganou, e eu comi” (v. 13). (O primeiro exemplo da infame desculpa “o diabo me fez fazer isso”).

A vitimização do jogo da culpa está galopante hoje. Vemos as feministas que culpam os homens pelos problemas os homens que culpam as mulheres pelos problemas deles. Vemos negros que culpam os brancos por causa dos problemas em suas vidas e brancos que culpam os negros. Republicanos culpam os democratas e os democratas culpam republicanos. Temos toda uma indústria, a mídia, na qual o sucesso parece ser medido pelo número de pessoas que ela tem colocado a culpa sobre. “Não é minha culpa!” “É culpa dela!” “A culpa é dele!” “Isso não teria acontecido sem ela. . . sem ele… sem a cobra! “Desde os primórdios da humanidade, o jogo da culpa é o grito de todos quando se trata de nosso pecado.

Você culpa os outros por seus erros e pecados, ou você confessa seus pecados e assumi a responsabilidade? O primeiro passo para o perdão de Deus é reconhecer a responsabilidade pelo nosso erro. Você pode dar o primeiro passo em reconhecer seus próprios atos pecaminosos para Aquele que oferece o perdão ilimitado? Não é hora de crescer e deixar o jogo da culpa para trás? Um sinal claro de maturidade é aceitar a responsabilidade por nossas ações.

Imprimir