Devocional Diário

“Sejam mutualmente hospitaleiros, sem reclamação.”

1 Pedro 4: 9

LEVANDO A “HOSPITALIDADE  SULISTA” À UM NOVO NÍVEL

As pessoas do Sul dos Estados Unidos são conhecidas por sua “hospitalidade sulista”. Desde abrir suas casas, até compartilhar uma refeição, ou um copo de chá gelado, o sul tem a reputação de ser amigável e generoso em relação a amigos, família, e até mesmo com desconhecidos. A definição de hospitalidade é amar e cuidar de estrangeiros. Pedro, como um seguidor de Jesus, explica que devemos demonstrar hospitalidade sem reclamação. Em outras palavras, temos que alegremente oferecer ajuda e cuidado àqueles em necessidade.

Ao longo das Escrituras muitas vezes vemos a palavra estrangeiro, a qual no contexto moderno se assemelha a imigrante ou refugiado. Durante o ano passado foi inspirador ver quantas pessoas de nossa igreja se dispuseram a receber e amar famílias de refugiados da Síria e do Iraque que se mudaram para nossa vizinhança. Se existe uma forma de exemplificar o espírito de hospitalidade, é demonstrando amor e cuidado pelo estrangeiro. Apesar do fato de que todos Americanos têm raízes de imigrantes, muitos refugiados e imigrantes não foram recebidos neste espírito. Ainda assim, este deve ser o espírito do seguidor de Jesus quando se trata de demonstrar amor, compaixão e hospitalidade para com aqueles que não são como nós.

Jesus disse: “Pois eu tive fome e vocês me deram de comer; tive sede e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram…” Confusos, os discípulos perguntaram: “Quando fizemos todas estas coisas para ti?” Jesus respondeu, dizendo: “O que vocês fizeram a alguns dos meus menores irmãos, a mim o fizeram.” (Mateus 25:35-40)

Para o cristão e seguidor de Jesus o ensino é claro: devemos abrir nossos corações e nossas casas sem reclamar para àqueles em necessidade. Como você demonstrará hospitalidade aos “estrangeiros” em sua vizinhança?

 

Imprimir