Evangelho do dia

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. Romanos 8:28

DEUS DE SEGUNDAS CHANCES

O medo foi a sua queda. Abraão, o pai da fé, um gigante espiritual, estragou tudo. Segue a história completa de Abraão, de acordo com a Bíblia.

É uma longa história, uma que você encontra em Gênesis 12:10-20. Leia. Tudo se resume ao medo. Entenda, a fé e o medo não podem coexistir. A fé confia em Deus. Mas quando cedemos ao medo, isso afasta a fé. Nós começamos a levar a vida com as nossas próprias mãos. É a nossa “religião”, “Deus ajuda a quem se ajuda”. Isso é o que o presidente Benjamim Franklin ensinou, não a Bíblia. Essa mentalidade nunca é a vontade de Deus.

Abraão parou de confiar em Deus e criou o seu próprio plano. Sem surpresa, as coisas aconteceram de forma horrível. Ainda assim, Deus ainda estava no controle. Deus tinha um plano para Abraão. Então, Deus interveio. Essa história não soa familiar? Quando as coisas ficam difíceis e não conseguimos encontrar uma solução, nós paramos de agir com fé e começamos a sentir medo.  Nós começamos a lidar com as coisas do nosso jeito. Nós cedemos ao medo e nos preocupamos, permitindo que os nossos instintos de autopreservação ajam.

Apesar do fracasso de Abraão, a história dele nos dá grande esperança porque todos nós batalhamos. Nós erramos, perdendo o melhor de Deus para a nossa vida. E, ainda assim, Deus usou Abraão. Deus fez tudo funcionar porque Deus tinha um plano para a vida de Abraão.

Da mesma forma, Deus pode usar você. Deus pode me usar. Ele pode usar todos nós apesar da nossa fraqueza e apesar dos nossos fracassos. Porque “Deus contribui para o bem daqueles que o amam”. Deus intervém. Mas primeiro, nós temos que confessar os nossos pecados e fracassos a Deus. Começa com a busca pelo perdão de Deus.

Em que áreas da sua vida você precisa voltar para Deus? Onde você começou a viver com medo em vez da fé? Mude de direção, volte para Deus, e se agarre a esperança que encontramos na história de Abraão. O nosso Deus é um Deus de segundas chances.

Imprimir