ALEGRIA É POSSÍVEL EM ÉPOCA DE ELEIÇÃO? Parte 2

4 de fevereiro de 2021

“Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu santo nome. Esteja sobre nós o teu amor, Senhor, como está em ti a nossa esperança.”– Salmo 33: 20-22 

Nesta temporada eleitoral, temos uma incrível oportunidade de viver nossa fé, permanecendo como pessoas de esperança e alegria em um mundo enlouquecido por pânico e desespero. E aqui está o porque:

  1. Deus é soberano. Deus está no controle – não apenas quando as coisas são fáceis, não apenas quando a vida é previsível, e certamente não apenas quando o seu candidato político vence a eleição. Deus é bom e é fiel. Seu amor permanece firme – mesmo em uma cultura que muda com cada nova personalidade política.
  2. Deus tem a autoridade final. Abra qualquer livro de história para ver nações se levantando e caindo. Os líderes vão e vêm, mas o Senhor permanece para sempre. A autoridade de Deus nunca é ameaçada por nossa situação política. A autoridade de Deus é inabalável, independentemente do resultado político. Como podemos nos desesperar quando Deus tem a palavra final?
  1. O final da história já foi escrito. Para os seguidores de Jesus, sabemos como a história termina. Como Paulo diz em Filipenses 2: 9-11: “… para que ao nome de Jesus todo joelho se dobre, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor…” O fim já foi escrito. E para os crentes, isso deve proporcionar uma confiança duradoura muito maior do que qualquer partido político ou governo poderia oferecer.

Este é o nosso convite à esperança e à alegria em um processo político caótico. Porque gritos de alegria se destacam em uma cultura gritando de raiva, medo e desesperança. Então, qual é a sua posição? Seja ousado e faça uma declaração ao gritar de alegria nesta época de eleições, conforme você deposita sua esperança com confiança no fundamento de Jesus Cristo.

 

Extraído de um sermão de George Wright, Pastor Sênior, Igreja Shandon.