Devocional Diário

“Por isso lhes digo: Peçam, e lhes será dado; busquem, e encontrarão; batam, e a porta lhes será aberta. Pois todo o que pede, recebe; o que busca, encontra; e àquele que bate, a porta será aberta.”

 Lucas 11: 9-10

UMA REVISÃO DO DESEMPENHO DA VIDA DE ORAÇÃO 

Qual destas declarações descreve melhor a sua vida de oração?

  1. Eu oro quando as coisas não estão indo bem.
  2. Eu oro quandoquero ou tenho uma necessidade.
  3. Eu oro ao longo do dia, como uma parte natural do meu relacionamento com Deus.

Se você respondeu A. ou B., então há uma boa chance de que sua vida de oração esteja um pouco entediante ou até decepcionante. Talvez, uma lista crescente de orações aparentemente sem resposta tenha feito você se tornar cético sobre a própria ideia de oração. Então, vejamos por que a oração é importante e como é uma vida de oração próspera e “cheia de expectativa”?

A oração deve ser uma parte natural de nossa comunicação diária com Deus. Assim como a comunicação aberta e honesta é vital para manter e fortalecer qualquer relacionamento, a oração é fundamental na construção de nosso relacionamento com Deus. E não importa se a sua vida de oração está prosperando ou está quase morrendo, podemos sempre crescer nessa área de comunicação com nosso Pai celestial. Então, o que Jesus tem a dizer sobre o assunto?

  • PEÇA– Isso não significa que a resposta será sempre sim.

Como todos os pais sabem, às vezes a melhor coisa para uma criança é dizer não. No entanto, podemos ter certeza de que Deus é um bom Pai, mesmo quando responde “não” ou “ainda não” às nossas orações (Lucas 11:11).

  • BUSQUE– Você nem sempre encontrará a resposta instantaneamente.

Assim como uma caça ao tesouro, há muitos preparativos, estudo, análise e planejamento. Você não tropeça imediatamente no tesouro. Jesus está dizendo que uma oração pode não ser respondida imediatamente – mas se continuarmos a buscar, nós encontraremos. É uma promessa. Você acredita nisso?

  • BATA– Oração frequentemente requer persistência.

Jesus enfatiza esse ponto em uma história sobre um homem que foi ao seu vizinho no meio da noite pedindo pão. Devido à urgência da situação, este homem recusou-se a parar de bater até que a porta fosse aberta. Da mesma forma, devemos apresentar nossas orações diante de Deus (Lucas 11: 5-13).

Uma vida de oração próspera, em última análise, deriva de um relacionamento florescente com Deus. Quando “pedir, buscar e bater” é feito no contexto de um relacionamento honesto, consistente e confiante com Deus, você se encontra orando mais e mantendo a esperança das promessas de Deus – não importa a resposta.

Imprimir