Evangelho do dia

Meu filho, não despreze a disciplina do Senhor nem se magoe com a sua repreensão, pois o Senhor disciplina a quem ama, assim como o pai faz ao filho de quem deseja o bem. - Provérbios 3:11–12

Temer a Deus

Meu pai é uma das grandes bênçãos em minha vida. Quando eu estava crescendo, ele nunca hesitou em me dar a sua aprovação e expressar a sua felicidade comigo. Eu nunca duvidei do amor de meu pai, e eu sempre quis agradá-lo. Mas eu ainda tinha um temor saudável dele, porque eu sabia que se eu fizesse algo errado, eu iria enfrentar disciplina. Então eu aprendi desde cedo que era uma boa ideia obedecê-lo porque eliminava bastante punição. Esta compreensão do meu pai serviu como proteção para mim, bem como a motivação para fazer a coisa certa.

Isto é semelhante ao nosso relacionamento com o Pai celestial. Assim como a disciplina de nossos pais é um sinal de que eles nos amam, a disciplina de Deus é um sinal de que Ele nos ama. Queremos ter um temor saudável de Deus, sabendo que se fizermos algo errado e que O desagrada, enfrentaremos consequências negativas por isso.

“Temer a Deus” não significa ter uma ansiedade devastadora sobre o Senhor; significa ter um respeito saudável pela disciplina amorosa que recebemos de um Pai celeste afetuoso. E no mundo em que vivemos, certamente seria maravilhoso se mais pessoas tivessem um medo saudável de Deus.

 

Imprimir