Evangelho do dia

Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não matarás’, e ‘quem matar estará sujeito a julgamento’. Mas eu lhes digo que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. - Mateus 5:21-22

RAIVA E ESTRESSE

Jesus nos fala sobre a seriedade da raiva, então quais são as formas de colocarmos isso em prática?

  1. Compreenda que aos olhos de Deus, somos culpados do pior crime contra o homem: assassinato, quando estamos zangados com nosso irmão, quando desprezamos, ou difamamos nosso irmão, quando criticamos nosso irmão, isto é assassinato aos olhos de Deus.
  1. Compreenda que as vezes nós estamos mais vulneráveis ao pecado de raiva ou desprezo por nosso próximo. Aqui estão alguns:
  •  Quando estamos cansados, tendemos a se zangar muito mais facilmente.
  • Quantas vezes já vimos grandes atletas tentando seu melhor para vencer, então tudo desmorona perto do final do jogo.  De repente, lutas aparecem. Por que? Eles são desencorajados por causa de como vão as coisas; eles perdem a calma e caem no pecado da raiva.
  • Alguém que você ama te machuca. Um cônjuge descobre que seu companheiro tem sido infiel. A raiva surge e todos perdem sua calma.
  • Medo. Alguém te tranca na estrada e você sente que sua vida foi ameaçada.  Tendemos a perder a calma e chamar nomes com essa pessoa.

Aqui está o ponto. Mantenha a guarda quando passando por um momento de estresse, momentos de grande fadiga, momentos de grande desânimo, quando alguém te machuca, e você está com medo.

Quando você se encontrar em uma dessas situações e seu temperamento começar a subir, e você desejar descarregar em alguém, pergunte a você mesmo, “Eu quero que Jesus escute isto?”  Asseguro a você, ele escutará.  Então, diga ao senhor, “pai, ajuda-me a me segurar.”  E quando você estourar – e todos nós estouramos – procure o perdão de Deus.  E se você descarregou em alguém e eles sentiram sua ira, sempre peça desculpas por ter perdido a calma. Não há nada de errado em confrontar uma pessoa que errou. Isso é “amor forte”, mas perder a calma sempre é errado aos olhos de Deus.

Imprimir