Evangelho do dia

Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram. Mateus 25:35

QUEM É MEU PRÓXIMO?

“Quem é meu próximo”? O perito da lei perguntou sobre o famoso mandamento de Jesus de “amar o próximo como a si mesmo”. Então Jesus conta uma parábola: um homem imigrou de Israel para a Samaria. Enquanto viajava, ele viu alguém espancado e deixado para morrer na rua. Os líderes religiosos passaram, com muito medo de parar e oferecer ajuda. Mas o estrangeiro, o imigrante, o samaritano, parou e ajudou o homem. Jesus perguntou ao perito da lei: Quem foi o próximo? (Lucas 10:25-37).

O que Jesus está dizendo é que devemos agir como o samaritano que ajudou independente da nacionalidade. Na verdade, o nosso próximo é toda a humanidade: pessoas de todas as etnias, refugiados, imigrantes ou alguém que é seu vizinho. O nosso próximo é qualquer pessoa, principalmente os feridos.

Jesus continua e diz: “Quando você alimenta o faminto, quando você dá de beber ao sedento, quando você oferece abrigo ao estrangeiro, imigrante ou refugiado, é assim que você me trata” (minha paráfrase). Em outras palavras, como agimos com  os refugiados e imigrantes é como agimos com Jesus. Como tratamos aqueles feridos e necessitados é como nós tratamos Jesus. E para os seguidores de Jesus, esta é uma ótima oportunidade para demonstrar o amor de Deus através da nossa ação para com os estrangeiros, refugiados e imigrantes vivendo em nossas comunidades.

Então, como você está? O papel do governo é decidir onde os imigrantes e refugiados podem entrar. É o papel deles proteger os cidadãos, mas o nosso papel é diferente. As pessoas conseguem ver Jesus na maneira que você cuida pelos refugiados, imigrantes e feridos em sua comunidade, ou você precisa mudar de opinião? Peça a Deus para te ajudar a amar os outros como o samaritano, o imigrante, amou o homem ferido.

 

 

Imprimir