Devocional Diário

“Então o rei Davi entrou no tabernáculo, assentou-se diante do Senhor, e orou: ‘Quem sou eu, ó Senhor Deus, e o que é a minha família, para que me trouxesses a este ponto? E, como se isso não bastasse para ti, ó Deus, tu falaste sobre o futuro da família deste teu servo. Tens me tratado como um homem de grande importância, ó Senhor Deus’". - 1 Crônicas 17:16–17

Quão Doce é o Som!

Existe algum hino mais amado do que “Amazing Grace”? As letras parecem resumir a jornada do cristão de redenção, graça divina de Deus, e a promessa da vida eterna. Com a sua definição simplesmente declarada de eternidade – “Quando nós estivemos lá dez mil anos. . . Não teremos menos dias para cantar louvores a Deus do que quando começamos”, não é de admirar que é cantada em muitos funerais. Entender como o hino veio a ser escrito aprofunda o significado das palavras. Um padre anglicano, John Newton, usou o hino para reflexão em um culto cedo como capitão de um navio negreiro. Ele estava assombrado pela maldade daquelas ações, mas estava surpreendido que Deus daria tanta graça, apesar de seu passado miserável. Note a paixão em suas palavras:

Graça excelsa, quão doce o som que salvou um miserável como eu!

Eu estava perdido, mas agora fui encontrado, estava cego, mas agora eu vejo. . . .

É a graça que trouxe-me seguro até agora, e a graça me levará para casa.

Saiba que se Deus dá graça a um homem com esta profundidade de pecado, Ele certamente pode perdoar o seu passado e abrir as portas do céu para você por toda a eternidade. Por que você não confia em Sua graça hoje?

Imprimir