Devocional Diário

“A nossa cidadania, porém, está nos céus, de onde esperamos ansiosamente o Salvador, o Senhor Jesus Cristo.”

Filipenses 3:20

PERSEGUIÇÃO EM PERSPECTIVA

Cristãos ocidentais freqüentemente têm uma visão diferente de “perseguição” do que a igreja perseguida globalmente. O autor Nik Ripken estudou aqueles que sofrem por sua fé ao redor do mundo e resumiu desta forma: “Os cristãos ocidentais querem orar contra a perseguição, enquanto aqueles que sofrem oram por força em face da perseguição.” Ao invés de orar: “Senhor, por favor, faça parar este sofrimento“, a igreja perseguida ora:” Senhor, ajude-nos a sermos testemunhas fiéis diante da perseguição. Ajude-nos a sermos fiéis e a não negá-lo. Senhor, dá-nos coragem diante da perseguição.” Você vê a diferença?

Para ilustrar esse ponto, Ripken descreve uma interação entre um funcionário do governo comunista chinês e um líder de uma igreja doméstica. A conversa vai e volta entre o oficial que emite ameaças cada vez mais severas caso o líder da igreja continue a sediar as reuniões da igreja em sua casa. Em todas as ocasiões o crente dá respostas que demonstram sua confiança em Jesus, não importando as conseqüências. Veja que a Igreja chinesa continua a enfrentar perseguição muito intensa, e esta a faz entender o que muitos cristãos ocidentais ainda não entenderam, que acima de tudo Deus está preocupado com nossa fidelidade. Diante da perseguição, nossa fidelidade é nosso testemunho mais poderoso.

Para os crentes no Ocidente, a vida é muitas vezes tão boa (em comparação a outros crentes ao redor do mundo) que viver como um fiel seguidor de Jesus pode ser difícil. No entanto, a igreja perseguida sabe melhor do que a maioria de nós que, como cristãos, nossa cidadania primária não é deste mundo. As dificuldades e perseguições que eles enfrentam hoje são apenas temporárias. A grandeza do céu ainda está por vir! É com isso em mente que a igreja chinesa continua a explodir em crescimento mesmo diante de uma tremenda perseguição.

Imprimir