Evangelho do dia

"O homem sem juízo, com um aperto de mãos se compromete e se torna fiador do seu próximo". - Provérbios 17:18

O Conselho Financeiro de Deus: Consignação

Depois de vencer o Super Bowl, o treinador do Washington Redskins Joe Gibbs tinha um monte de dinheiro para investir. Alguns amigos falaram para ele sobre um investimento que parecia uma grande oportunidade. Ele não tinha que investir tanto; primariamente ele estava apenas consignando para os amigos. Mas a economia logo ficou ruim, e seus amigos foram à falência. A dívida caiu para ele. Embora Gibbs tivesse sido aconselhado a declarar falência, ele acreditava que a coisa honrosa a se fazer era pagar suas dívidas. Por mais de quatro anos, sua família vivia com necessidades básicas, usando cada dólar extra para pagar a dívida.

Este é o perigo da consignação. Agora, há momentos em que você quer ajudar o outro e está dispostos a assumir o risco. Um exemplo típico é ajudar um filho crescido a comprar uma casa nova. Mas perceba o risco e só consigne se você é capaz e está disposto a pagar o total da dívida por si mesmo, porque isso pode acontecer.

Temos visto isso nos relacionamentos pai-filho em igrejas. Quando nossa igreja construiu seu primeiro estabelecimento éramos tão novos que nenhum banco iria fazer o empréstimo. Mas a nossa Igreja mãe  consignou a nota. Foi a sua boa-fé em nós e nos negócios do reino que motivou suas ações. Eles estavam dispostos a pagar a nota, se falhássemos. Felizmente, nós a pagamos na íntegra.

A Bíblia dá conselhos sábios sobre assuntos financeiros como consignação.

Imprimir