Evangelho do dia

Ele mesmo julga o mundo com justiça; governa os povos com retidão.

Salmo 9:8

Justiça Celestial

Tem sido dito que o general Robert E. Lee voltou ao seu acampamento, tarde da noite para ver um soldado algemado sendo mantido ali para uma audiência sobre uma suposta má conduta. O soldado estava tremendo e, obviamente, com medo do julgamento, bem como o julgamento que ele estava enfrentando com o general. “Relaxe, Corporal”, disse o General Lee. “Você vai ter justiça aqui.” O soldado tremendo respondeu: “Isso é exatamente o que eu temo General!”

O julgamento do homem é muito diferente do juízo de Deus. Enquanto o homem concentra-se em culpa ou inocência, o julgamento de Deus é muito mais. Isso porque Deus já sabe a nossa culpa do pecado. Ele não precisa de provas disso. O que Ele quer é que nós reconheçamos o nosso pecado e ofereçamos uma vontade de mudar. Ele quer que nós reconheçamos que o nosso pecado nos separou dEle e expressamos um luto que clama por sua misericórdia através da fé no que Jesus fez na cruz, morrendo para pagar a pena pelos nossos pecados.

Ao contrário de justiça humana, a justiça de Deus é sempre justa, sempre perfeita. Mas se queremos que a Sua justiça seja misericordiosa, então devemos confessar e abandonar nossos pecados. Você já fez isso?

Imprimir