Devocional Diário

“Clame a mim e eu responderei e lhe direi coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece.” Jeremias 33:3

EU CREIO. AJUDA-ME NA MINHA FALTA DE FÉ

Lucas, capítulo 9, detalha uma história de Jesus curando um menino que estava sendo atormentado por um demônio. Os discípulos tentaram e falharam em curá-lo, então você provavelmente pode imaginar o desespero do pai do menino. O que se segue é uma interação poderosa entre o pai e Jesus: “Tudo é possível àquele que crê”, diz Jesus a esse pai. “Eu CREIO. Ajuda-me na minha falta de fé.”, responde o pai (Marcos 9: 23-24, ênfase adicionada).

Eu amo essa passagem. Eu amo a vulnerabilidade transparente vista na expressão de fé do pai. Então, o que está acontecendo aqui? Jesus está nos dizendo que ser um seguidor de Deus é reconhecer que TODAS AS COISAS são possíveis para aqueles que crêem, para aqueles que têm fé. Isso significa que Deus responde a cada oração da maneira exata que imaginamos? Não. Porque ele é um pai amoroso, ele nem sempre nos dará exatamente o que queremos. Isso significa que uma pessoa será curada SE tivermos fé suficiente? Não, porque não é assim que Deus trabalha em última instância no seu plano soberano. E, no entanto, Jesus diz que TODAS AS COISAS são possíveis para aqueles que crêem.

O pai nessa história apareceu porque ele acreditava no poder de Jesus e, no entanto, ele não tinha certeza absoluta de que algo aconteceria. O problema era tão grande, a situação tão esmagadora, e sua honestidade naquele momento com Jesus foi tão real. Como Jesus disse, Deus é sempre poderoso e, no entanto, é a oração, e é a fé que ativa o poder grandioso de Deus.

Então Deus ainda cura e faz milagres? Ele responde às orações? Com certeza! E ainda que nossa fé possa vacilar entre confiança e incerteza, podemos confiantemente nos achegar diante de Deus e apresentar nossas esperanças, medos e decepções. E quando enfrentarmos períodos de dúvida, devemos continuar nos apresentando diante de Deus e pedindo para que Ele nos ajude em nossa falta de fé.

Imprimir