Evangelho do dia

"Foi dito: ‘Aquele que se divorciar de sua mulher deverá dar-lhe certidão de divórcio’. Mas eu lhes digo que todo aquele que se divorciar de sua mulher, exceto por imoralidade sexual, faz que ela se torne adúltera, e quem se casar com a mulher divorciada estará cometendo adultério". - Mateus 5:31-32

DIVÓRCIO – É COMPLICADO

Divórcio é sempre errado?  Divórcio é permitido?  Em caso afirmativo, quando? É o novo casamento após o divórcio sempre adultério?  Isso é permitido?  Em caso afirmativo, quando? Agora, só levantando essas questões sobre divórcio e novo casamento pode causar uma grande quantidade de tensão.  Porque muitos se divorciaram e muitos se casaram novamente após o divórcio, todos nós temos sido afetados pelo divórcio de alguém que amamos. Tentar entender as palavras muito desafiadoras de Jesus pode ser preocupante de fato, então vamos procurar compreender exatamente o que Jesus está comunicando conosco.

Logo nós vemos que Cristo deixa muito claro que Deus intenciona que o casamento dure a vida toda.  E a única exceção é a infidelidade. Eu sei que não é uma palavra que muitas vezes usamos.  O que ela significa? Ela significa fornicação.  Bem, ela certamente não é uma palavra que frequentemente usamos na linguagem do dia a dia!  O que ela significa?  Significa eliciar imoralidade sexual fora dos laços do casamento.  Então, o que Jesus está dizendo é que infidelidade por parte de seu esposo permite o divórcio, que eu acredito que significa que Ele permite um novo casamento. Caso contrário, Ele iria definir o divórcio como um pecado do qual nós nunca podemos ser completamente perdoados.  E nós sabemos que não é o caso.

No entanto, Deus odeia o divórcio. Então, como pode Ele pode permiti-lo?  Quando um homem e uma mulher têm feito os votos e criada uma aliança um com o outro diante de Deus, e os votos forem quebrados, Deus permite o divórcio.  É não o que Ele quer.  Ele não nos orienta a se divorciar. Ele simplesmente permite, sabendo que a dor pode ser assim grande tão grande e a confiança irremediavelmente quebrada, que a relação não pode continuar. Deus odeia o divórcio pelo mal que ele faz para nossos relacionamentos com Deus e o homem. Mas Ele não odeia o divorciado.  Ele ama o divorciado.

O que devo fazer se já errei e me divorciei de meu esposo por motivos não-bíblicos?  E se eu for a parte culpada do fim de meu casamento? Bem, isso é uma das coisas bonitas sobre Deus. Se nós confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar de toda injustiça.

Divórcio e novo casamento são incrivelmente complicados.  Mas para aqueles que ainda estão casados, por favor, lembre-se — o casamento é para a vida.  Para aqueles que estão divorciados, quando você procurar o perdão de Deus, você estará perdoado. Ele enviou Seu Filho para morrer na cruz pelo pecado do divórcio, o pecado de assassinato, o pecado de adultério, cada pecado conhecido pelo homem.  E porque Cristo deu sua vida para nos purificar de todo o pecado, esperança após o divórcio.  Há sempre a chance de um novo começo, quando você está disposto a reivindicar o perdão de Deus. E isso são boas novas.

Imprimir