Evangelho do dia

Mas o pai disse aos seus servos: ‘Depressa! Tragam a melhor roupa e vistam nele. Coloquem um anel em seu dedo e calçados em seus pés. Tragam o novilho gordo e matem-no. Vamos fazer uma festa e comemorar. Pois este meu filho estava morto e voltou à vida; estava perdido e foi achado’. E começaram a festejar. Lucas 15:22–24

Céu é Como Lar

Minha parábola favorita é a história do filho pródigo. Lá está aquela cena maravilhosa, quando o filho rebelde, finalmente, cai em si e começa a caminhar de volta para casa. E o que é que o pai faz? Ele corre para abraçá-lo. E o que se após isso é alegria e celebração

Eu sei que esta é uma imagem da redenção. Eu sei que Jesus está falando para nós da sensação quando confessamos os nossos pecados e, finalmente, voltamos para casa, para o Senhor. Mas eu também acho que esta é uma bela imagem de finalmente poder voltar para a Casa, o Céu, após o cansaço e as difíceis demandas dessa vida e do mundo. Quando finalmente chegarmos em casa, nosso Pai celestial estará lá. Ele correrá para nos abraça! E Ele estará cheio de alegria. Ele terá lágrimas em seus olhos, como só um Pai pode ter quando seu filho chega em casa. E a festa terá início, e nunca, nunca acabará! Isso porque o Céu será como voltar para casa. Será como um lar deveria ser. Então eu pergunto a vocês, meus amigos, quando os seus dias nesta vida acabarem, estará você indo para casa?

 

 

Imprimir