Evangelho do dia

"E ela deu à luz seu primeiro filho. Como não havia quartos sobrando na pousada, ela embrulhou o bebê com pedaços de pano e deitou-o numa tina de alimentar”.  - Lucas 2:7

A Cama não era um Berço

Leia novamente. Esta é a rendição da versão Novo Século de uma das peças mais conhecidas das Escrituras na Bíblia. O que foi? Não é bem assim que você se recorda da história? Você pergunta: “O que aconteceu com as roupas e panos macios, e manjedoura bonitinha?” É fácil para nós higienizarmos a realidade da situação e, assim, remover parte da ironia. O fato é que o Salvador da raça humana, o Rei dos reis e Senhor dos senhores, foi envolto em panos usados e colocado para descansar em uma tina nojenta que era usada para alimentar porcos e vacas.

Por que uma mãe permitiria isso para o seu filho? Bem, ela não tinha escolha porque não havia lugar para eles em qualquer outro lugar. Talvez a melhor pergunta seria, por que nosso Pai permitiria que seu filho fosse tratado desta maneira? Bem, além da profecia a ser cumprida, talvez Deus também sabia que seu filho tinha que experimentar a humanidade. Ele precisava saber o que era ser sem-teto, impotente, e na pobreza. Mais tarde, Ele precisava entender a fome, a morte de entes queridos, perseguição, e até mesmo sua própria morte. Jesus precisava experimentar a humanidade, pois Ele veio morrer pela humanidade.

E isso, meus amigos, é a real, nua e crua história de Natal.

Imprimir