Devocional Diário

Quem é sábio? Aquele que considerar essas coisas. Quem tem discernimento? Aquele que as compreender. Os caminhos do Senhor são justos; os justos andam neles, mas os rebeldes neles tropeçam.  Oséias 14:9

Tolerância

Nós ouvimos muitas vezes, hoje, que todos nós devemos tornar-nos mais tolerante e menos críticos. Tolerância, tomado em sua forma pretendida, é realmente uma virtude. Significa que a aceitação dos outros que veem a vida de uma maneira diferente.

Mas em seu estado atual, a tolerância tornou-se a virtude suprema para a gestapo politicamente correta. Ela foi redefinida como uma obrigação de afirmar todos os tipos de comportamento imoral. Tudo deve ser aceito, e sentir-se de outra forma faz com que você seja – surpresa! – crítico Os americanos têm tanto medo de ser rotulado como críticos ou preconceituosos que temos nos deformado em uma sociedade com poucos limites.

William Bennett abordou este mau uso da palavra críticos quando disse: “Sem ser crítico, a América nunca teria colocado um fim à escravidão, acabado com o trabalho infantil, mulheres emancipadas, ou inaugurado o movimento dos direitos civis. Nem teríamos prevalecido contra o nazismo e o comunismo soviético, ou saberia como explicar a nossa oposição. ”

Não deixe que a “polícia PC” defina seus padrões éticos fundamentais. A tolerância é uma demonstração de respeito e justiça para todas as pessoas com as quais nós desconcordamos enquanto afirmamos o que Deus diz que é mau e não chamá-lo de bom. Quando estiver em dúvida, vá para a Palavra, foque-se na vida e os ensinamentos de Jesus, e peça ao Espírito Santo para mostrar a você como ser tolerante com as pessoas que você discorda sem nunca afirmar o mal.

Imprimir