Devocional Diário

Nisto se manifestou o amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Nisto está o amor, não em que nós tenhamos amado a Deus, mas em que ele nos amou a nós, e enviou seu Filho para propiciação pelos nossos pecados.

1 João 4:9,10

PROCURANDO POR AMOR

Amor verdadeiro, o que é? Como o encontramos? Como nos agarramos a ele? A nossa cultura é completamente obcecada com a busca por amor. Simplesmente olhe para as letras das músicas mais ouvidas de hoje, elas são sempre sobre encontrar ou perder o amor. E os boatos são de que se você encontrar o amor verdadeiro, que as músicas cantam e os filmes retratam, então você será feliz. Amor, amor romântico = felicidade.

Mas e se houvesse um amor maior que aqueles baseados somente em emoções, atrações e até desejo? E se houvesse um amor mais poderoso e duradouro? Um amor que não é baseado em circunstâncias ou sentimentos, mas baseado em compromisso e certezas. Ele existe, e é chamado de amor de Deus. E é muito real.

Jesus deixa claro que este amor verdadeiro está disponível para nós. É diferente de qualquer um que encontraremos nos filmes, em outra pessoa ou até na música de amor de doer o coração na rádio, porque o amor de Deus nunca acabará ou mudará.

Quando vivenciamos este tipo de amor, ele nos muda. O amor de Deus muda como nós amamos os outros. Você sabe aquela pessoa no trabalho, na escola ou em sua família que você não suporta? Quando conhecemos a certeza do amor de Deus por nós, Deus nos dá um amor poderoso o suficiente para amar aos outros, mesmo aqueles que não gostamos. E este é um tipo de amor que vale a pena encontrar.

 

Imprimir