Evangelho do dia

Ora Sarai, mulher de Abrão, não lhe dava filhos, e ele tinha uma serva egípcia, cujo nome era Agar. E disse Sarai a Abrão: Eis que o Senhor me tem impedido de dar à luz; toma, pois, a minha serva; porventura terei filhos dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai”. Gênesis 16:1-2

PROBLEMA, TENTAÇÃO, REDENÇÃO

A leitura parece um drama da TV: ciúme, traição, mágoas. Abraão, o pai da nossa fé, é o papel principal nessa história e nas desastrosas consequências que acontecem. Mas, vamos voltar um pouco.

Aos 75 anos, Abraão atende ao chamado de Deus. Deus promete abençoar a ele e a outros através dele, criando uma grande nação através da linhagem de Abraão. Dez anos se passam e Sara, a mulher de Abraão, continua sem filhos. Sem filhos, sem herdeiros. Frustrados, eles resolvem lidar com as coisas com as suas próprias mãos. Sara oferece a sua servente, Agar, para que Abraão tenha uma criança. Abraão concorda e logo Agar fica grávida. Tudo parece funcionar, exceto por uma coisa: esse não era o plano de Deus. E rapidamente, não confiar na Palavra de Deus traz consequências. Ciúmes e insegurança sobrecarregam Sara. O sentimento de raiva por Agar cresce em Sara, até que Agar desesperada decide fugir.

Pode haver alguma solução para o problema? Em meio a tudo isso, Deus demonstra uma grande graça e misericórdia. Deus encontra-se com Agar, ama vítima da situação, no deserto quando ela foge. Ele fala com o sentimento de desesperança dela. “Não perca o seu coração”, Ele diz. No seu pior momento, Ele a confronta e promete abençoa-la. Mas isso não é tudo. Deus estende a Sua graça à Abraão e à Sara apesar do pecado. Eventualmente, Deus cumpre a promessa de dar-lhes um filho. Não por eles merecerem, mas porque o plano de Deus é maior que o pecado deles. Da mesma forma, Deus nos oferece a Sua graça através da morte de Cristo na cruz quando a vida parece sem esperança, quando realmente estragamos tudo.

Você está disposto a aceitar o perdão, a graça e o amor de Deus? Não importa o que aconteceu na sua história, não desista. Jesus é sempre maior que as nossas dores e os nossos pecados. Agar creu. Abraão creu. Mas você crê?

 

Imprimir