Devocional Diário

“Ele lhes disse: Quando vocês orarem, digam: ‘Pai! Santificado seja o teu nome. Venha o teu Reino”. – Lucas 11:2

Pai Nosso

Quando Jesus nos ensinou a orar, a primeira coisa que Ele fez foi nos ensinar como se referir a Deus. Podemos nos dirigir a Ele como “Pai” ou “Papai”. Esta é uma maneira muito pessoal de se dirigir a Deus, e Jesus chocou as pessoas daqueles dias! Mas Jesus estava nos dizendo como devemos pensar a respeito de Deus. Para alguns, isso é difícil, já que seus pais terrenos não trazem memórias saudáveis. Jesus, porém, pensa que o “Pai” da forma como pais devem ser. Ele não é uma divindade fria e distante, mas Aquele que deseja um relacionamento íntimo com cada um de nós. Assim, com base na oração de Jesus ao Pai Celestial, o que significa ser um bom pai?

  • Isso significa que ele é um provedor. Ele é o que provê para família e atende as necessidades materiais deles. Um pai provedor é confiável, responsável, de confiança, e amoroso.
  • Ele também é um protetor. Toda casa quer um pai que seja forte, especialmente diante do mal, ou diante de ameaças para a casa ou ao bem-estar das crianças.
  • Ele é um defensor – o defensor de valores, caráter e do espírito da família.

Isso é realmente o que Jesus estava nos ensinando, ao usar o termo “Pai”. Deus é Consolador. Ele é Protetor. E Ele é Defensor. Em suma, Deus não é um bom pai; Ele é o perfeito Pai – Pai como os pais deveriam ser.

Imprimir