Devocional Diário

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação, que nos consola em todas as nossas tribulações, para que, com a consolação que recebemos de Deus, possamos consolar os que estão passando por tribulações.”

2 Coríntios 1: 3-4

COMO SER PRESENTE QUANDO ALGUÉM ESTÁ SOFRENDO?

Como os cristãos podem apoiar e encorajar alguém que esteja realmente sofrendo?

  1. Não tente responder o POR QUÊ no meio da crise.

Mostrar o seu conhecimento teológico e bíblico, especialmente para qualquer pessoa em meio à dor, só irá fazê-lo aparentar como sendo alguém frio e sem coração. Nem mesmo Jesus respondeu a pergunta POR QUÊ, mas Ele demonstrou amor e compaixão quando confrontado com a dor (João, capítulo 9).

  1. Vá e Seja Presente.

Esteja lá em meio a dor. Quando a inevitável pergunta do POR QUÊ aparecer, responda honestamente com “Não sei”, porque não sabemos. Não temos o entendimento completo de Deus e, nesses momentos, precisamos simplesmente ir até eles. Faça-o na esperança de que eles começarão a ver o amor de Deus em você pela forma como você os ama em meio a dor que estão passando.

  1. Ofereça orar por eles.

Raramente alguém já recusou minha oferta de oração durante uma intensa crise pessoal. Isso inclui ateus, agnósticos e até mesmo aqueles que praticam outras religiões. Então, como você ora? Comece admitindo sua confusão quanto a pergunta POR QUÊ, depois peça por consolo, força, paz e pela ajuda de Deus para a pessoa que está enfrentando a crise.

  1. Ofereça Encorajamento.

As oportunidades para encorajamento surgem um pouco depois que a crise inicial chega e requer um discernimento incrível para saber como e quando apontá-los para as promessas e esperança em Deus. É sempre uma boa ideia seguir a liderança deles e responder as perguntas à medida que surgem. E sempre certifique-se de orar para que você seja sensível à direção do Espírito Santo para saber o que dizer.

Ninguém nunca será capaz de responder adequadamente a pergunta, por quê? Mas o Deus que nos ama, o Deus que enviou Seu Filho para morrer por nós, compreende TODA nossa dor e sofrimento. Ele quer que todos experimentem a mesma força e paz que vem de conhecer o Deus da consolação, o qual estará bem ali conosco a cada passo do caminho.

Imprimir