Evangelho do dia

Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis;

Romanos 1:20

A Evidência de Coisas que não Vemos

Orgulhamo-nos de sermos criaturas lógicas que exigem prova antes de acreditar na maioria das coisas. No entanto, um professor pode nos dizer que existem 100 trilhões de estrelas no céu, e nós aceitamos sem questionar. Nós aceitamos como fato absoluto que um átomo tem nêutrons e elétrons girando em torno de um núcleo, mesmo que nós nunca tenhamos visto nenhuma delas. Sabemos que a luz viaja 186.000 milhas por segundo mesmo que nós, pessoalmente, nunca tenhamos medido. E que E, de fato, é igual a mc2. Aceitamos todas essas coisas como fatos sem nunca exigir prova de sua autenticidade.

No entanto, muitos de nós rejeitamos Jesus, arriscando nossas almas eternas, mesmo quando somos apresentados a evidência sólida. Que evidência? A ordem da criação, a partir da célula básica até a complexidade de toda a vida. O testemunho dos escritos dos Evangelhos daqueles que viram os milagres de Jesus. Testemunhos de dezenas que viram sua morte e depois, em seguida, viram-no vivo depois de Sua ressurreição. E o que dizer do cumprimento das profecias a respeito de Jesus? A documentação histórica da vida de Jesus, morte e ressurreição é muito maior do que os escritos históricos sobre Júlio César e outras figuras antigas.

Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não vemos”, diz Hebreus 11:1 (NVI).

Imprimir