Evangelho do dia

Amados, nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: "Minha é a vingança; eu retribuirei", diz o Senhor. - Romanos 12:19

Justiça

Orei Davi sabia o que era para ser tratado injustamente. Seu antecessor, o rei Saul, tentou matá-lo. Então, num período mais tarde da sua vida, ele foi traído por seu filho Absalão, que tirou o trono que por direito lhe pertencia. Davi protestou e clamou a Deus por justiça, mas reconheceu que a vingança é um assunto para Deus resolver. Não demorou muito antes de Absalão – que era muito orgulhoso dos longos e belos cabelos de sua cabeça – tivesse seus lindos cabelos presos numa árvore que ele estava passando por perto. Ele não conseguiu soltar-se dela e um dos homens de Davi matou. Deus trouxe justiça de uma forma bastante viva, e Davi, que chorou por seu filho, foi restaurado ao trono.

Deus oferece justiça de maneiras diferentes. Às vezes, é através de uma interação pessoal rotineira (e pacífica). Outras vezes, os procedimentos normais de escritório resultam em uma solução justa. Algumas ações exigem o envolvimento da polícia ou dos tribunais. E às vezes a justiça não será revelada até depois da nossa morte, mas reconhecer que Deus tem uma diferente perspectiva que não podemos compreender, enquanto estamos envoltos em nossos assuntos terrenos, temporais.

Em todo caso, saiba de uma coisa: Deus fará justiça. Talvez não seja tão dramática como um homem vaidoso tendo seu cabelo preso em uma árvore. Mas no final, a justiça de Deus certamente vai ser feita.

Imprimir