Evangelho do dia

“Quem pratica o mal odeia a luz e não se aproxima da luz, temendo que as suas obras sejam manifestas.” - João 3:20

Fugindo da Luz

Há quatro coisas que não gostam da luz. Uma delas é baratas. Segunda, ratos. Terceira, adolescentes beijando  em um quarto escuro e o pai chega e acende a luz. E quarta, gatos assaltantes. Nenhum desses quatro gostam luz. Por quê? Porque a luz diz: “Você está fazendo algo errado!” E então há uma tendência para baratas, ratos,  adolescentes beijando e gatos assaltantes de correr para se esconder quando a luz acende. Eles não querem que as suas obras sejam expostas.

Realmente, isso é verdade para todos nós. Quanto mais nos aproximamos da luz, mais os nossos pecados são expostos. Quanto mais perto estamos de Cristo, mais conscientes estaremos de nossa pecaminosidade. Quanto mais longe nós estamos de Cristo, mais inconscientes que somos de nossa pecaminosidade, por isso temos a tendência de pensar que somos basicamente pessoas muito boas. Então, quando a Luz expõe quem realmente somos, preferimos fugir em direção à escuridão.

Mas há uma boa notícia em tudo isso. João 1:9 diz: “Pois a verdadeira luz, que alumia a todo homem, estava chegando ao mundo.” E 1 João 1:9: “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda injustiça.” Em outras palavras, em Jesus somos feitos limpos – não temos que temer a exposição. Ele nos ilumina sobre Deus. Ele nos ilumina sobre viver.

Imprimir